Visitante

Olá visitante. Cadastre-se | Entre | Esqueci minha senha

OK Esqueci minha senha


Você está em: Sobrenatural.Org -> Fotos -> Mokele-Mbembe o último dinossauro vivo


Fotos Diversas - Enviado dia 12 de Julho de 2010

Mokele-Mbembe o último dinossauro vivo

* Conteúdo ainda não verificado pelo site Sobrenatural.Org, assim, não garantimos o conteúdo escrito nem a qualidade ortográfica da informação. Pedimos para os usuários que se copiarem informações de outros sites, cite e link para a fonte, mas muitas vezes não fazem. Se a informação é de sua autoria, nos comunique para colocarmos os devidos créditos. Outros problemas, entre em contato.

O Mokele-Mbembe (Mokèlé-mbèmbé - que significa "aquele que interrompe o fluxo dos rios") é uma estranha criatura que dizem viver no rio Congo (O maior rio da África oeste). É uma das criaturas mais vistas no ramo da Criptozoologia (mesmo que o seu "eu verdadeiro" não seja visto). Os moradores da região do Congo, alguns lagos próximos e de Camarões, relatam constantemente ver a misteriosa criatura.



1. Descrição



A aparência do Mokele-Mbembe varia muito, como toda boa criatura criptozoológica. Dizem que o Mokele é herbívoro, e tem aproximadamente o tamanho entre um elefante pequeno e um hipopótamo grande. Possui um pescoço longo, cauda longa, e cabeça pequena (Bem semelhante aos extintos dinossauros pescoçudos do grupo Saurópode como o Braquiossauro, só que uma versão miniatura), tem preferência por águas profundas, e sua cor é cinza ou marrom.
Há também lendas que dizem que o Mokele não passa de um espírito que assombra as curvas dos rios.



O biólogo Roy Mackal - que já partiu em busca do Mokele, sem sucesso - acredita que a criatura é um réptil, assemelhando-se com uma iguana ou um lagarto monitor. Embora seu tamanho (5 a 9 metros de comprimento) não seja em nada parecido com qualquer criatura existente. Roy Mackal também acredita que pode se tratar de um dinossauro saurópode pequeno.


2. Aparições



As aparições do Mokele começaram a ser relatadas juntamente com as expedições feitas à África por colonizadores. Moradores locais já diziam ver a tal criatura em detalhes, mas só após a chegada dos europeus é que a lenda começou a se espalhar, ganhando a fama criptozoológica.


Temos, por exemplo, o relato do capitão Freiherr von Stein zu Lausnitz, que em 1913, enquanto implantava colônias alemães no atual Camarões, escreveu em seu diário a descrição de uma criatura que seus guias disseram ver:


"O animal é descrito como sendo de uma cor cinza-amarronzado, com pele lisa, o tamanho é quase que o de um elefante, ou pelo menos o de um hipopótamo. Dizem que tem um pescoço longo e flexível, e apenas um dente, mas bem longo; alguns dizem que é um chifre. Poucos falaram sobre a longa e musculosa cauda, parecida com a de um crocodilo. Contam que as canoas que se aproximam estão condenadas; o animal ataca as embarcações de uma vez e mata a tripulação, mas não come os corpos. A criatura vive em cavernas que foram lavadas pela água do rio, levando a argila de sua costa e deixando pontas afiadas. Dizem que sobre a costa uma vez por dia em busca de comida; sua dieta é totalmente de vegetais. Essa característica discorda da possível explicação de que seria um mito. A planta preferida me foi mostrada, é um tipo de "liana" com grandes flores brancas, com frutas leitosas e semelhantes à maçãs. No Rio Ssombo, me mostraram um caminho que diziam ter sido feito pelo animal quando este foi buscar comida. O caminho estava fresco e havia plantas, como a que foi descrita, por perto. Mas como há muitas trilhas feitas por elefantes, hipopótamos e outros grandes mamíferos, é impossível fazer uma análise particular com qualquer certeza."

No total, mais de 20 expedições foram feitas para encontrar o ser, no entando, a maioria delas foi um fracasso completo, mas algumas relataram com sucesso encontrar pegadas, ouvir sons e até mesmo ter avistado a criatura de longe (A maioria dessas aparições não contavam com a presença de câmeras, apenas uma expedição japonesa, de 1988, jura ter filmado o monstro, mas esta filmagem já foi considerada fraude oficialmente.)





A "busca" mais recente ao Mokele-Mbembe foi em 2009, quando a equipe do programa MonsterQuest (do canal The History Channel - Terças e Sábados, às 21hrs) foi à África tentar encontrar a criatura. O Mokele não foi oficialmente achado, mas a equipe encontrou uma caverna propícia para a moradia de tal criatura, e filmaram estranhas formas serpenteantes na água, como se algo grande e longo nadasse sob ela.





Mas, como sempre, suspeita-se abertamente das fotos. Apenas as das pegadas chegam próximas de serem plausíveis, mas sem nada confirmado.

Haveria mesmo um fóssil vivo na África?(Mais um, aliás, lembrem-se do Kongamoto), se sim...Haveria mais de um?

Lembrando que boa parte da floresta do Congo (e de muitas outras na África) são inexploradas pelo homem ainda, ou seja, é impossível saber o que se esconde por entre as árvores, dentro de cavernas escuras, ou na parte mais profunda do Rio Congo.


pegada da criatura

pegada da criatura

suposto mokele mbembe atravessando um rio

suposto mokele mbembe atravessando um rio





Avalie Comente Marque como Favorito Recomende



Opiniões

Conteúdo sem opinião até o momento...





Comente

Somente usuários logados podem enviar opiniões...

Você já é um usuário cadastrado no site Sobrenatural.Org? Se sim, faça seu login abaixo. Caso contrário, clique aqui para efetuar o cadastro.

QUEM ENVIOU ESTE CONTEÚDO:

Erick

Erick


ESPECIAL ASSOMBRADO.COM.BR


NOSSO BLOG



PUBLICIDADE

NOVIDADES DA LOJA SOBRENATURAL


PRODUTOS DA LOJA SOBRENATURAL

DIRETO AO ASSUNTO

INTERATIVAIDADE

http://bs.serving-sys.com/BurstingPipe/adServer.bs?cn=tf&c=19&mc=imp&pli=8942288&PluID=0&ord=[timestamp]&rtu=-1