Visitante

Olá visitante. Cadastre-se | Entre | Esqueci minha senha

OK Esqueci minha senha


Você está em: Sobrenatural.Org -> Matérias Especiais -> Deus está no controle de tudo


Matérias - Enviado dia 5 de Abril de 2009

Deus está no controle de tudo


* Conteúdo ainda não verificado pelo site Sobrenatural.Org, assim, não garantimos o conteúdo escrito nem a qualidade ortográfica da informação. Pedimos para os usuários que se copiarem informações de outros sites, cite e link para a fonte, mas muitas vezes não fazem. Se a informação é de sua autoria, nos comunique para colocarmos os devidos créditos. Outros problemas, entre em contato.


Texto João 1.1
 
1. En archê ên o logos kai o logos ên pros ton theon kai theos ên logos.
*  No princípio era a palavra e a palavra estava com o Deus e Deus era a Palavra.
2. Outos ên en archê pros ton theon.
*  Ele estava no princípio com o Deus.
 
Jesus Cristo revela 3 atributos seu que demonstra a sua bondade para com os homens:
 
Em João 1.1 Jesus é eterno, igual a Deus sobre tudo e todas as coisas.
 
Vejamos que em João 6.38 diz:
"Desci do céu não para fazer a minha vontade mas a vontade daquele que me enviou".
Jesus em seu período na terra como homem. Nasceu, e crescerá na graça e no conhecimento como diz a bíblia para fazer a vontade do Pai (Deus) e cumprir seu plano terrestre.
 
Vejamos o que diz em João 1.14:
"E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade".
Novamente no termo original grego verbo se traduz por Logos (Palavra). Jesus aqui já nasceu, morreu por nós, salvou a humanidade pois o termo "habitou" está no passado!
O verbo “se fez” em João 1.14 é o mesmo verbo que aparece em 1.3: “Todas as coisas foram feitas por intermédio dele”, e em 1.10: “o mundo foi feito por intermédio dele”. Como Verbo eterno, era Criador do universo. Contudo, agora ele mesmo “se fez” o que não era antes; se fez um ser humano em carne, assim como a nossa. O Criador mesmo, em seu infinito amor, aceitou ser feito criatura para nos salvar. Por isso o mesmo verbo aparece em 1.12: porque ele quis ser carne, nós podemos ser feitos filhos de Deus.
 
Há uma dúvida na cabeça das pessoas quando se fala de qual é o versículo que trata do período mais antigo da humanidade, do tempo existencial, muitos dizem ser gênesis 1.1 o versículo mais antigo da bíblia. Explico e afirmo que não é Gênesis 1.1 e sim João 1.1.
Vejamos que em joão o princípio dito é antes de tudo que foi criado em matéria, foi um princípio dito por Deus na eternidade, para que entendamos que Jesus (Palavra = logos) referido no presente versículo esteve ao lado de Deus desde o início. No original grego a tradução por verbo está o logos, que significa palavra. E Jesus Cristo é a Palavra!
Na septuaginta (nome de uma suposta versão da Bíblia hebraica para o grego koiné, que teria sido traduzida entre o terceiro e o primeiro século a.C. em Alexandria) o vocábulo logos é usado para traduzir o vocábulo hebraico Dabhar que significa "aquilo que está por trás". 
Os hebreus dizem que Dhabhar é um homem, em certo sentido com uma extensão de sua personalidade. Ele possui existência própria.
Vejamos que Jesus sempre esteve junto do Pai desde o princípio (verbo Asah), e ninguém chega ao Pai se não for através Dele. Aparentemente Jesus como filho estaria sempre por trás do Pai dando apoio e no centro de todo Seu plano de salvação a todos os homens.
 
Vejamos também sua existência própria:
Provésbios 8.22 - 36 Salomão inspirado pelo Espírito Santo de Deus refere-se á Jesus Cristo como a eternidade.
 
22   O Senhor me possuiu no princípio de seus caminhos, {e} antes de suas obras mais antigas.
23 Desde a eternidade fui ungida, desde o princípio, antes do começo da terra.
24 Antes de haver abismos, fui gerada, e antes ainda de haver fontes carregadas de águas.
25 Antes que os montes fossem firmados, antes dos outeiros, eu fui gerada.
26 Ainda ele não tinha feito a terra, nem os campos, nem sequer o princípio do pó do mundo.
27 Quando ele preparava os céus, aí {estava} eu; quando compassava ao redor a face do abismo,
28 Quando firmava as nuvens de cima, quando fortificava as fontes do abismo;
29 Quando punha ao mar o seu termo, para que as águas não trespassassem o seu mando; quando compunha os fundamentos da terra;
30 Então {eu} estava com ele e era seu aluno: e era cada dia as {suas} delícias, folgando perante ele em todo o tempo;
31 Folgando no seu mundo habitável, e {achando} as minhas delícias com os filhos dos homens.
32 Agora, pois, filhos, ouvi-me, porque bem-aventurados {serão os que} guardarem os meus caminhos.
33 Ouvi a correção, não a rejeiteis, e sede sábios.
34 Bem-aventurado o homem que me dá ouvidos, velando às minhas portas cada dia, esperando às ombreiras da minha entrada.
35 Porque o que me achar achará a vida, e alcançará favor do Senhor.
36 Mas o que pecar {contra} mim violentará a sua {própria} alma: todos os que me aborrecem amam a morte.
 
Agora que entendemos a questão de João 1.1, vamos compreender um pouco a questão de Gênesis 1.1 e compreender porque em Gênesis não está o versículo mais antigo em termo de período terrestre, mas sim em João 1.1.
 
Em Gênesis capítulo 1 versículo 1 vejamos o texto:
1.  NO princípio criou Deus os céus e a terra.
*   Bereshit Bara Helohim
 
[URL=http://imageshack.us][IMG]http://img60.imageshack.us/img60/783/genesis1qj1.jpg[/IMG][/URL]
[URL=http://g.imageshack.us/img60/genesis1qj1.jpg/1/][IMG]http://img60.imageshack.us/img60/genesis1qj1.jpg/1/w384.png[/IMG][/URL]
 
Em Gênesis 1.1 vemos o verbo Bara, que em hebraico significa: criar do nada (daquilo que não existe).
Traduções entram em contradições teológicas nesse versículo. No original hebraico diz: "Em um dos princípios criou (Bara = criar do nada) Deus os céus e a terra".
 
Vejamos mais a fundo essa questão:
No termo original está a questão que houve outro princípio, isso na teologia chama-se também de "teoria do espaço vago ou nulo também chamada de intervalo". Há um espaço imenso entre Gênesis 1.1 e 1.2 pois essa teoria aponta para 2 princípios criados. Nenhum de nossos ensinos básicos faria sentido sem a idéia expressa neste verso, e essa idéia se torna até mais significativa em nossos dias, quando tantos são arrastados pela falsa ciência, que explica a criação como resultado de forças naturais que, por acaso, evoluíram para a vida neste mundo. A Bíblia, com seu primeiro verso, nega completamente essa idéia. 
Ainda mais que o processo de criação, o Criador da Natureza é o centro do capitulo 1 do Gênesis. A palavra Deus aparece 32 vezes em seus 31 versos, fato que enfatiza o papel de Deus na criação. O primeiro capítulo do Gênesis parece sair do caminho para remover qualquer idéia de acaso na criação. Ao contrário de outras antigas religiões politeístas, que costumavam ligar a criação a batalhas de antigas divindades, o Gênesis apresenta só um Deus como soberano Criador.
O verbo traduzido por "criou" no verso 1 (bara) aparece na Bíblia só quando se refere a alguma atividade de Deus. A outra palavra comum, usada quando os seres humanos e mesmo Deus fazem as coisas, é asah. Portanto, só Deus pode realizar o tipo de criação necessária para fazer os céus e a Terra. Como humanos, podemos trabalhar dentro dessa criação e fazer (asah) as coisas com ela, mas só Deus pode criar (bara).
 
Bara: criar (fazer) do nada, daquilo que não existe.
Asah: criar (fazer) de algo existente, da matéria prima.
 
Vejamos Gênesis 1.27 - 28:
26   E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme à nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra.
27 E criou Deus o homem à sua imagem; à imagem de Deus o criou; macho e fêmea os criou.
 
Os verbos correspondentes a "criar" e "fazer" no hebraico têm sentidos ligeiramente distintos mas são sinônimos. O verbo "criar" no hebraico é "bara" que significa fazer do nada, já "fazer" é "asah" que significa fazer de algo que já está feito usando uma matéria-prima. Em outras palavras, Deus primeiro fez o corpo do homem do pó da terra e depois soprou nele o seu espírito [do homem] que havia sido criado do nada pela Sua Palavra. Só Deus pode criar (bara), pois só ele tem o poder de fazer surgir algo do nada pela sua palavra, já o homem precisa de uma matéria-prima para fazer algo (asah).
O corpo e composto de vários elementos químicos (ciência). Cálcio, carbono, cloro, flúor, hidrogênio, tintura de iodo, ferro, magnésio, manganês, nitrogênio, oxigênio, fósforo, potasio, silicone, sódio, súlfur, juntos não ultrapassam 6% o restante e composto por: água, carbono e gases. Possui também como sua capa 208 ossos e 500 músculos. Deus criou o corpo de algo existente (pó da terra)!
Em Gênesis 1.2 a expressão "sem forma e vazia" descreve um ambiente sem forma e sem luz, sem plantas e sem vida animal; em resumo, um globo incapaz de sustentar a vida, porém, a terra já existia e teria sido levada ao caos, porem, falaremos dessa teoria depois. 
Deus criou por meio de uma palavra imperativa (vs. 3, 6, 9, 11, 14, 20 e 24; compare Sal. 33:6-9) ou usando a matéria que já havia criado algum tempo antes da criação da vida na Terra? Embora a leitura desses textos em Gênesis não exija uma criação a partir do nada, Deus não dependeu de matéria preexistente para criar a Terra. Seja qual for a matéria que Ele tenha usado para fazer a Terra, em algum tempo no passado Ele já a havia criado a partir do nada, porque, de acordo com a Bíblia, Deus criou tudo.
 
Teoria do intervalo:
Gênesis 1:1-2 declara: “(1) No princípio, criou Deus os céus e a terra. (2) A terra, porém, estava sem forma e vazia; havia trevas sobre a face do abismo, e o Espírito de Deus pairava por sobre as águas”. 
 
A Teoria do Intervalo é a teoria que acredita que Deus criou o planeta Terra completamente funcional, com todos os animais, incluindo os dinossauros e outras criaturas que conhecemos apenas por fósseis. Então, segue a teoria, aconteceu algo que destruiu a terra por completo – alguns especulam que foi a queda de Satanás à terra – e, por isso, a terra tornou-se sem forma e vazia. A esta altura, Deus começou tudo de novo, recriando a terra em sua forma de paraíso como descrito no primeiros capítulos de Gênesis.
Há muitos problemas com essa teoria para podermos descrevê-los adequadamente neste artigo, no entanto, a primeira coisa que devemos nos perguntar é se algo importante tivesse acontecido entre os dois versículos, não teria Deus nos dito isso claramente? Ou será que Ele teria nos deixado a especular em ignorância sobre eventos tão importantes? Segundo, Gênesis 1:31 diz que Deus viu tudo que fizera e que tudo era “muito bom”. Ele com certeza não poderia ter dito isso se o mal já tivesse entrado no mundo através da queda de Satanás durante o “intervalo”. Dessa mesma forma, se a explicação para a existência de fósseis é com milhões de anos durante esse intervalo, isso significa que morte, doenças e sofrimento eram comuns bem antes da queda de Adão em pecado. No entanto, a Bíblia nos diz que foi o pecado de Adão que introduziu morte, doenças e sofrimento a todo tipo de vida, principalmente à humanidade: “Portanto, assim como por um só homem entrou o pecado no mundo, e pelo pecado, a morte, assim também a morte passou a todos os homens, porque todos pecaram” (Romanos 5:12).
 
Explicando o termo "Em um dos principios".
Entendamos a questão do versículo mais antigo da bíblia em questão temporal ser João 1.1, e não Gênesis 1.1 baseado no que lemos até agora acima.
O termo no princípio era a Palavra e a Palavra estava com Deus é o principio de tudo, a eternidade. Quando já antes dela Estava Jesus juntamente de Deus. Já o princípio de gênesis é o princípio criacional de tudo o que existe. A questão da terra estar sem forma e vazia a teologia moderna entende que Deus criara a terra e agora iria "modelar" todo o globo terrestre, colocando assim para ficção a teoria dointervalo. As teorias existem juntamente com as interpretações, a teologia é um mundo vasto, cabe a cada um segurar no ramo que melhor se apegar. Meu papel como teólogo é instruir e abrir a mente do povo de Deus e faze-los entender qual o ramo mais seguro.
 
Uma terrível sequência de eventos
Vejamos o que aconteceu naquele fatídico dia segundo a ciência, na destruição dos dinossauros.
 
    * Um asteróide com um diâmetro entre 6 e 15 km se aproxima da Terra. Infelizmente nosso planeta estava no caminho e naquela época não havia diretores de cinema de "hollywood" para destruir o invasor. O impacto é inevitável. Por se tratar de um asteróide que está na rota da Terra ele passa a ser designado de meteoróide. Não que isto faça qualquer diferença para o planeta, mas é desta forma que a Astronomia classifica estes objetos.
    * O meteoróide entra na atmosfera da Terra e, para a Astronomia, passa a ser um meteoro. Sua velocidade é enorme, provocando um gigantesco deslocamento de ar e violento estrondo sônico. Ele está completamente incandescente devido ao atrito com as moléculas do ar. Ao deslocar-se pela atmosfera o meteoro espalha resíduos incandescentes durante toda a sua trajetória.
    * Sua passagem pela atmosfera é muito rápida. Logo ele colide com a superfície da Terra. Para a Astronomia ele passa a ser um meteorito. Para a vida que existe na Terra, ele passa a ser uma catástrofe. O impacto é enorme. Ele penetra na crosta da Terra e o impacto da colisão produz uma enorme onda sísmica que varre todo o planeta. Poeira e fragmentos de espalhamento são lançados na atmosfera. Os resíduos incandescentes do meteorito e o superaquecimento do ar na região provocam enormes incêndios. Uma violentíssima onda de choque varre a superfície do planeta como se ele estivesse sofrendo a explosão simultânea de várias bombas nucleares. O calor gerado pelo impacto é transportado por esta onda explosiva e incinera todas as formas de vida que estiverem no seu caminho. O deslocamento de ar provoca enormes tempestades com ventos supersônicos destruindo tudo a seu alcance. Quando a queda ocorre no mar, enormes tsunamis, ondas com quilômetros de altura, varrem os oceanos.
    * A colisão provoca uma grande onda sísmica que percorre o interior do planeta. Seus reflexos são sentidos no lado oposto àquele onde houve a colisão. Estas ondas dão origem a erupções vulcânicas por todo o planeta. Enormes quantidades de fuligem e matéria vulcânica são lançados na atmosfera. O planeta se transforma em um caos.
    * O material vulcânico, principalmente enxofre, lançado na atmosfera provoca mudanças químicas nesta. Há uma crescente concentração de ácido sulfúrico, ácido nítrico e compostos de fluoretos.
    * A poeira e os resíduos lançados na atmosfera permanecem em suspensão por bastante tempo. O enxofre ao reagir com elementos da atmosfera e produzir ácido sulfúrico, cria um névoa densa que se espalha por todo o planeta. Esta névoa bloqueia a luz do Sol por meses seguidos. Há uma queda abrupta, em cerca de 10 a 17o C, da temperatura em todo o planeta.
    * Os organismos que não conseguem se adaptar às súbitas mudanças de luminosidade e temperatura logo morrem. Como a energia das plantas é proveniente do Sol elas são as primeiras a serem afetadas pelas mudanças no clima. Várias famílias de fitoplanctons e plantas são logo são exterminadas e, conseqüentemente, os níveis de oxigênio na Terra diminuem, dramaticamente. Os organismos que são incapazes de lidar com estes níveis baixos de oxigênio são sufocados e morrem.
    * A cadeia alimentar sofre severas consequências. As plantas são as primeiras a desaparecer e os animais herbívoros que se alimentavam delas logo morrem de fome. No topo da cadeia alimentar os animais carnívoros, tendo perdido suas presas, passam a se devorar e, finalmente, morrem. Suas enormes carcassas forneceram alimento durante algum tempo para os animais menores.
    * Este quadro dramático deve durar bastante tempo. O suficiente para que as espécies existentes desapareçam. 
 
 
Em que lugar o meteorito caiu?
Existem várias crateras de impacto sobre a superfície da Terra. No entanto, o impacto ocorrido a 65 milhões de anos e que deu origem a esta grande tragédia deveria ser uma cratera muito especial. Embora tenha havido grande procura, nada havia sobre a superfície da Terra que justificasse um impacto desta ordem. Finalmente ela foi encontrada, sob a superfície do mar. Esta cratera, chamada Chicxulub, está na ponta da península de Yucatán, no Golfo do México. Ela tem 180 km de largura e 1600 metros de profundidade. Os estudos feitos no local datam esta cratera em 65 milhões de anos, o que coincide com o período de extinção em massa que estamos comentando. Grandes quantidades de enxofre foram encontradas no solo de Chicxulub dando crédito à hipótese de que o ácido sulfúrico disperso na atmosfera ocasionou chuvas ácidas naquele local. Além disso, por toda a região do Golfo do México há indícios de tsunamis do período K-T. 
 
Existem outras hipótese sobre a extinção em massa no período Cretáceo ou a queda de um asteróide é a única explicação plausível?
Há, na verdade. uma outra hipótese. Embora o cenário geral da extinção em massa seja o mesmo existe a possibilidade de que a causa possa ser outra. Uma possibilidade é que os responsáveis sejam as imensas erupções vulcânicas que criaram os fluxos de lava do chamado "Decan Traps" na região que hoje é conhecida como a Índia. Uma outra possibilidade é que tenha havido a queda do meteorito e que as ondas de choque provenientes deste impacto tenham se propagado através da Terra e convergido no antípodo, sacudindo a crosta do planeta e iniciando os eventos vulcânicos. A diferença é que na teoria de Alvarez um grande meteorito provoca a catástrofe e os outros fatos são coadjuvantes à queda deste corpo celeste. Nesta outra teoria o impacto do meteorito é o coadjuvante, servindo apenas para disparar a seqüência de eventos que serão, eles sim, os fatores principais no processo de exclusão da vida. Neste segundo caso, a queda do meteorito poderia até ser um acidente local mas certas condições especiais da queda é que disparam o processo de erupção vulcânica que elimina a vida do planeta.
 
Vejamos e analisemos, realmente Deus independente do homem mudar atualmente a situação natural da natureza com seus equipamentos modernos que destroem a camada de ozônio, destruir a atmosfera, fazer experimentos com D.N.A humano para criação de seres mutantes, guerras, destruições nucleares durante as guerras que se passaram, Deus está e sempre esteve no controle de tudo!
Deus criou o universo e tudo que nele há. Deus criou o homem e o colocou como único ser inteligente no universo, porem a cientologia tenta negar isso. 
 
O que é cientologia?
A cientologia é um sistema de crenças fundado em 1952 pelo autor de ficção cientifica L. Ron Hubbard (1911-1986 b. Tilden, Nebraska). A cientologia foi oficializada em 1954. Esta religião baseia-se nos livros de Hubbard Dianética: A Moderna Ciência da Saúde Mental (1950), Dianética: A Evolução da Ciência e Ciência da Sobrevivência. Hubbard considerava a Dianética como uma subdisciplina da Cientologia. Até morrer, em 1986, Hubbard publicou centenas de livros sobre cientologia e apenas alguns sobre Dianética. A doutrina tem influências de outras religiões, como o hinduísmo e o budismo, e de ciências humanas, como a psicologia.
Segundo a Cientologia há 75 milhões de anos, vários planetas se reuniram numa "confederação das galáxias", governada por um líder do mal chamado Xenu. Como os planetas estavam com problemas de superpopulação, Xenu mandou bilhões de seus habitantes para Terra, onde foram mortos com bombas de hidrogênio. Seus espíritos - chamados de "thetans" - são os seres humanos.
Pura heresia! Satanás sempre tentará desmerecer toda criação de Deus!
 
Cientologistas Famosos que não acreditam em Deus, ateus:
 
    * Anne Archer, atriz
    * Chick Corea, músico
    * Beck, músico
    * Billy Sheehan, músico
    * Giovanni Ribisi, ator
    * Isaac Hayes, ator e cantor
    * Jason Lee, ator
    * Jenna Elfman, atriz
    * John Travolta, ator
    * Juliette Lewis, atriz e musicista.
    * Karen Black, atriz
    * Katie Holmes, atriz
    * Kelly Preston, atriz
    * Lisa Marie Presley, atriz
    * Priscilla Presley, atriz
    * Sonny Bono, músico, político
    * Tom Cruise, ator
    * Will Smith, ator
 
 
Vejamos abaixo algumas leis inalteráveis existentes identificadas pela ciência que provam que Deus está no controle de tudo. Provaremos através da ciência, que Ele está no controle de tudo:
 
Deus controla o sol 
Nosso Sol é uma grande bola de gases incandescentes. Sua massa é 330 vezes maior que a da Terra e seu diâmetro é cerca de 110 vezes maior que o do nosso planeta. 
Seu centro está a uma temperatura de 15 milhões de °C. Sua superfície tem uma temperatura média de 5500 °C. Anomalias magnéticas ocorrem em sua superfície, formando regiões mais escuras conhecidas como "manchas solares". Essas anomalias magnéticas causam um resfriamento dessas regiões, que se encontram a cerca de 4 000 °C. Observando-se os movimentos das manchas com o passar dos dias, pode-se medir o período de rotação do Sol, que é de aproximadamente 26 dias. A coroa solar, região de gases ao redor do Sol, está a uma temperatura de aproximadamente 2 milhões de °C. Arde há 4600 milhões de anos!
150 milhões de km é a distância a que o Sol se encontra do Planeta Terra, 8 minutos é o tempo que a luz solar demora a chegar à Terra.
Se o sol fosse posto um palmo fora das medias astrológicas, morreríamos queimados ou congelados, pois o sol estaria mais quente sobre a terra ou se afastada estaria menos quente congelando tudo e todos!
 
Deus controla a terra
A Terra é o terceiro planeta a contar do Sol, a uma distância de 150 milhões de quilômetros (93,2 milhões de milhas). Demora 365,256 dias para girar em volta do Sol e 23.9345 horas para a Terra efetuar uma rotação completa. Tem um diâmetro de 12.756 quilômetros (7.973 milhas), apenas poucas centenas de quilômetros maior que o de Vênus. A nossa atmosfera é composta por 78 por cento de azoto, 21 por cento de oxigênio e 1 por cento de outros componentes.
Das nossas viagens pelo espaço, temos aprendido muito sobre o nosso próprio planeta. O primeiro satélite Norte-americano, Explorer 1, descobriu uma intensa zona de radiação, agora chamada de cintura de radiação de Van Allen. Esta cintura é formada por uma camada de partículas carregadas que são capturadas pelo campo magnético da Terra numa região, de formato toroidal, em volta do equador. Outras descobertas feitas por satélites mostram que o campo magnético do nosso planeta é distorcido, tendo uma forma de gota, devido ao vento solar. Também sabemos agora que a nossa fina atmosfera superior, a qual se acreditava ser calma e sem incidentes, ferve de atividade -- expandindo-se de dia e contraindo-se à noite. A atmosfera superior, afetada pelas mudanças na atividade solar, contribui para o clima e meteorologia na Terra.
 
Deus controla a lua
A Lua (do latim Luna) é o único satélite natural da Terra, situando-se a uma distância de cerca de 384.405 km do planeta Terra. Sua origem mais aceita é a de que um planeta desaparecido e denominado Theia, aproximadamente do tamanho de Marte, ainda no princípio da formação da Terra, teria se chocado com nosso planeta. Tamanha colisão teria desintegrado totalmente o planeta Theia e forçado a expulsão de pedaços de rocha líquida. Esses pequenos corpos foram condensados em um mesmo corpo, o qual teria sido aprisionado pelo campo gravitacional da Terra. Esta teoria recebeu o nome de Big Splash.
A lua é uma lâmpada sobre a terra! Serve para limpar os oceanos. Sem a lua os oceanos seriam podres. Não existiria peixe! A lua também exerce o controle das marés. Ex.: 4º crescente, 4º  minguante, lua nova, lua cheia. Pela lua as marés renovam suas águas como filtro de piscina.
 
Deus controla o céu
O céu envia-nos cerca de 10% da luz do Sol durante o dia. O seu brilho deve-se à difusão da luz do Sol pelas moléculas na atmosfera. Quando olhamos para o céu, estamos a ver apenas os raios de Sol que foram desviados pelas moléculas da atmosfera de tal modo que ficam exatamente direcionados para os nossos olhos.
Algumas partículas e moléculas da atmosfera (algumas resultando de poluição atmosférica) têm a capacidade de difundir a radiação solar em todas as direções. Certas partículas são mais efetivas a difundir luz com um determinado comprimento de onda de luz (é a difusão seletiva - difusão de Rayleigh). É o caso das moléculas do ar, como o oxigênio e o azoto, que são de pequena dimensão e por isso difundem com mais eficiência luz com comprimentos de onda curtos (azul e violeta).
A luz branca do Sol é uma mistura de todas as cores do arco-íris: o espectro visível vai desde o vermelho, com um comprimento de onda de cerca de 720 nm, ao violeta, com um comprimento de onda de cerca de 380 nm. O que acontece é que os átomos e moléculas difundem com maior eficiência a luz com comprimentos de onda menores. Quase todos os raios vermelhos vindos do Sol atravessam sem dificuldade a atmosfera. São os azuis e violeta que são desviados. Como resultado desse fenômeno físico, o Sol tem uma cor amarela mais avermelhada do que a que tem quando observado fora da atmosfera.
Houve dúvida durante muitos anos se eram poeiras ou moléculas as responsáveis pela cor do céu. Mas desde que a fórmula detalhada da difusão da luz por moléculas, calculada por Einstein em 1911, se mostrou de acordo com a experimentação, esse fato passou a ser aceite por toda a comunidade científica.
Ao olharmos para o céu vê que o céu é azul, mas na verdade o céu não é azul. O céu é negro! Por isso como vimos também acima o azul que vemos é uma camada de poeira que está sobre a terra. A poeira que fica situada no ar gera a chuva. Depois de 60 km da atmosfera, o céu fica negro.
 
Na bíblia vemos 3 tipos de céus:
1º Céu – céu que ao olharmos para cima observamos de dia ser azul, e a noite ser negro. Esse é o céu enxergado a olho nu, ou primeiro céu.
 
2º Céu – Espaço. É o céu onde estão os astros! Céu que só pode ser visto com detalhes através de telescópios.
 
3º Céu – Céu espiritual, onde habitam todas as criaturas celestiais e o próprio Deus! 
 
Sobre vida extraterrestre
 
Lucas 21. 11 “...e haverá, em vários lugares, grandes terremotos, e fomes, e pestilências; haverá também coisas espantosas e grandes sinais do céu”.
 
Sabemos que não existe vida alienígena em outros planetas pois o homem é o apogeu da criação de Deus, é a sua maior criação. 
Em Lucas 21.11 a palavra “sinal” no grego significa s?µe?a [sêmeia] e está no plural. É um termo nominativo á algo desconhecido pelo doutor Lucas. O palavra s?µe?a [sêmeia] (sinal) não é algo singular mas sim no plural, entendemos pela exegese que esta palavra significa então que são realmente sinais, porém, sinais desconhecidos pelo autor no ano em que o Evangelho de Lucas foi escrito, seria algo á ser identificado somente no futuro. Esta palavra também é usada para descrever “coisas” que não seriam do conhecimento natural do homem, mas que seriam também sinais malignos de origem espiritual, nada de origem material. Sendo assim, temos através da exegese uma base para nos certificarmos que Jesus já nos preparava para esperarmos nos últimos dias sinais no céu de uma filosofia da nova era encrementada por satanás trazendo a ficção (alienígenas) á realidade pela manifestação demoníaca para engano de todos os homens. 
Alienígenas, criaturas fictícias que vem do longínquo espaço. Seres distantes de qualquer aparência humana, não tendo assim a imagem e semelhança de Deus nem recebeu o sopro de vida do criador descrito em Gênesis 2.7.
Deus soprou nas narinas do “homem”, está na bíblia alguma raiz hebraica para duplicidade? Deus sopraria nas narinas do homem e de mais algum ser? Jamais. Somente soprou nas narinas do homem!
 
Verifiquemos o que diz em Gálatas 1.8:
“Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema (maldito)”.
Apóstolo Paulo, de maneira clara e específica escreveu contra “o culto aos anjos” (Cl 2.18). Quem segue tal prática está desobedecendo a Palavra de Deus ou está agindo na ignorância dela. Analise o que Paulo escreveu aos Gálatas (1.1-8). É isso que prega a nova era, com uma salpicada da doutrina espírita. Pregam uma total espera e busca por alienígenas, que bem sabemos serem demônios e veremos com mais clareza um pouco abaixo.
 
"...a despeito do fato de nós humanos sermos grandes colecionadores de lembrancinhas, nenhuma dessas pessoas que afirmam ter estado a bordo de um disco voador voltou com uma simples ferramenta ou artefato extraterrestre, o que poderia de uma vez por todas resolver o mistério dos OVNIs." Philip Klass 
 
Os supostos alienígenas visitam a terra constantemente. Uma raça inimiga vem a terra para fazer experiências reprodutivas, outras para coletar água do mar, e mesmo assim a falta de provas desses seres vindos de outras galáxias e universos paralelos e como dizem outros que seriam viajantes do futuro,é total!
Sua prova consiste apenas em testemunhos, visões, supostas filmagens. Fanáticos por OVNIs também estão convencidos de que existe uma conspiração do governo e da mídia de massas para acobertar as atividades alienígenas, tornando difícil para que eles provem que os alienígenas chegaram.
 
Vou dar uma explicação lógica sobre o fator de viagem espacial por naves alienígenas: 
Não devemos nos esquecer, no entanto, de que a estrela mais próxima (além do nosso sol) está tão distante da Terra que viajar entre as duas levaria mais tempo que toda uma vida humana. O fato de que nosso sol leve cerca de 200 milhões de anos para dar uma volta na Via Láctea, dá uma idéia da perspectiva que temos que ter das viagens interestelares. Estamos a 500 segundos-luz do sol. A próxima estrela em proximidade da Terra está a 4,3 anos-luz. Isso pode parecer próximo, mas na verdade é algo como 40 trilhões de km de distância. Mesmo viajando a 1,6 milhões de km/h, seriam precisos mais de 2.500 anos para se chegar lá. Para se fazer isso em cinqüenta anos, seria preciso viajar a mais de 1,6 bilhões de km/h por toda a viagem. A despeito da probabilidade de haver vida inteligente em outros planetas, qualquer suposto sinal vindo de qualquer planeta no universo, enviado em qualquer direção, tem pouca probabilidade de estar na rota de outro planeta habitado. Seria tolice explorar o espaço em busca de vida inteligente sem saber exatamente onde procurar. Além disso, esperar por um suposto sinal alienígena pode exigir uma espera mais longa do que qualquer forma de vida, em qualquer planeta, pudesse durar. Por fim, se nós realmente recebermos um suposto sinal, as ondas que o transportaram foram emitidas centenas ou milhares de anos antes e, no momento em que rastrearmos sua fonte, o planeta que as emitiu pode não mais ser habitável ou mesmo existir.
Os viajantes ficariam fora por um tempo muito longo. Precisaríamos mantê-los vivos por centenas ou milhares de anos. Precisaríamos de equipamentos que pudessem durar centenas ou milhares de anos, e ser reparados ou substituídos nas profundezas do espaço. Essas não são condições impossíveis, mas parecem ser barreiras suficientemente significativas para tornar a viagem espacial intergalática altamente improvável.
 
Primeiras aparições alienígenas & uma lógica não pensada
Primeira abdução alienígena: Barney e Betty Hill.
Os Hill afirmam ter sido abduzidos por alienígenas em 19 de setembro de 1961. Barney diz que foram colhidas amostras de seu esperma, já Betty afirma que lhe cravaram uma agulha em seu umbigo. Várias pessoas foram levadas por ela no ponto da abdução alienígena, mas curiosamente eles eram invisíveis para as outras pessoas e somente ela podia vê – los. Curioso não? Lembra – nos fatos bíblicos que anjos só apareciam especificamente para algumas pessoas. Eles relatam que sua principal característica como tendo “olhos envolventes”!
Muitos abduzidos apontam cicatrizes e marcas de implantes alienígenas que foram inseridos através de experiências e mutilações. O mais impressionante e revelador seriam as provas físicas que realmente trariam ao conhecimento global a existência fora da ficção dessas criaturas, porem, cientistas fizeram ofertas milionárias para analisarem os implantes nos abduzidos e sua tecnologia. Porem, não apareceu nenhum voluntário disponível nem por tamanha quantia em dinheiro! Sendo assim, provas das abduções físicas são as menos confiáveis!
 
Primeiro caso de aparição alienígena em massa
Foi o caso da queda de um suposto disco voador. Teriam caído alienígenas em Roswell, no Novo México, em 1947. O governo dos E.U.A teriam encontrado com alienígenas ocupantes da nave pós queda e levaram eles para Área 51. Dizem estar sempre em contato com alienígenas na Área 51. Afirmam que os alienígenas deixaram um livro chamado livro de Urantia para que os homens se guiem melhor.
 
Verifiquemos o seguinte:
- Por que antes dessas aparições, não existiram nenhuma anterior? É um assunto que só surgiu no século 20, e eles visitam a terra á muitos séculos anteriores...
 
- Por que os supostos “filhos dessas experiência” jamais se submeteram a um exame de D.N.A?
 
Uma prova real de que alienígenas são pura ficção
Quark, a matéria-prima do universo segundo cientistas. Os quarks são elementos cuja união dá lugar às partículas que se encontram no núcleo dos átomos. Quark, em física de partículas, é um dos dois elementos básicos que constituem a matéria (o outro é o lépton) e é a única das partículas que interage através de todas as quatro forças fundamentais. O quark é um férmion fundamental com carga hadrónica ou cor. Não se observaram ainda quarks em estado livre. Segundo o Modelo Padrão, os quarks ocorrem em seis tipos na natureza: "top", "bottom", "charm", "strange", "up" e "down". Os dois últimos formam os prótons e nêutrons, enquanto os quatro primeiros são formados em hádrons instáveis em aceleradores de partículas.
Partindo desse princípio, não haveriam matérias primas além das que comumente existem em favor do homem. E não existem matérias primas capazes de gerar um avanço tecnológico esplendoroso além das que conheçamos. Cientistas analizam cometas que praticamente dão a volta no universo há dezenas de anos. Quando eles completam uma volta, nada de novo trazem em seu núcleo, superfície ou calda. Não trazem nada de novo, nada. Nenhum tipo de material diferente ou alteração.
Como alienígenas usariam combustíveis mais poderosos que o nosso? Como eles seriam mais inteligentes? Viriam de outro universo como diz também a nova era? Universo só existe um. Se existe alienígena Deus não existiria ou deveria existir outro Deus que seria a imagem e semelhança dos aliens. Absurdo!!!!!
 
De onde vem os “supostos” alienígenas?
A nova era, espiritismo pregam que alienígenas, sua existência tem haver com a batalha entre anjos e demônios descritas na bíblia. Afirmam que eles vem do céu espiritual (conhecemos como 3º céu onde habitam anjos, demônios). Centros espíritas tem recebido mensagem de uma tal federação. Uma raça alienígena evoluída segundo eles que virão buscar os seres humanos mais evoluídos espiritualmente. 
Relembremos uma coisa, que demônios são anjos caídos que perderam sua habitação original pois foram expulsos por Deus do céu. Sabemos que algo que venha dessa esfera ou seriam anjos ou demônios! Em Gálatas 1.8, o autor nos alertou da profanação do evangelho por demônios através de mentiras e enganos. Quem propaga a doutrina de existência de alienígenas? Espiritismo & Nova era. "Cuidado com os falsos profetas. Eles vêm a vocês vestidos de peles de ovelhas, mas por dentro são lobos devoradores" (Mateus 7.15). Quem virá nos buscar será Jesus, no dia do arrebatamento do povo de Deus para nos livrar do apocalipse, e não demônios fantasiados de alienígenas.
 
Verifiquemos o que diz em 2 Co 11.14:
“E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz”.
 
 
Deus controla o corpo humano
Deus colocou no homem 60 trilhões de células, cada célula embutida em nosso D.N.A . Toda humanidade poderia ir ao sol e voltar três vezes se com uma fita métrica juntando nossos D.N.A que em cada ser humano tem a medida métrica de um metro e setenta centímetros 1,70 cm.
 
Deus controla o mundo espiritual
Quem presida neste reino tenha cuidado! Pastor deve sempre ser racional, conferir, ensinar certo. Senão trará transtornos incalculáveis a qualquer ser humano!
O pastor não pode prender muito o povo, senão eles ficam frios. Nem soltar demais, senão eles ficam fanáticos. Deve – se haver um equilíbrio. Não é pulo, salto, rodopio ou línguas estranhas que movem o coração de Deus, mas sim a fidelidade!

Sobre o autor:

Missionário Rafael Alencar congrega na Assembléia de Deus Ministério Emanuel (RJ), é bacharel em teologia e professor de Escatologia!


Avalie Comente Marque como Favorito Recomende

Opiniões

1 Comentário(s).

Mostrando Opiniões




Comente

Somente usuários logados podem enviar opiniões...

Você já é um usuário cadastrado no site Sobrenatural.Org? Se sim, faça seu login abaixo. Caso contrário, clique aqui para efetuar o cadastro.

QUEM ENVIOU ESTE CONTEÚDO:

Missionário Rafael Alencar

Missionário Rafael Alencar

Rafael Alencar é Teólogo e escritor, formado em teologia protestante, especialista em apocalipse cujo qual é professor em seminários de teologia onde leciona as matérias de escatologia (Estudo do Apocalipse), homilética.


NOSSO CANAL NO YOUTUBE


ESPECIAL ASSOMBRADO.COM.BR


NOSSO BLOG



PUBLICIDADE

PRODUTOS DA LOJA SOBRENATURAL

DIRETO AO ASSUNTO

INTERATIVAIDADE

http://bs.serving-sys.com/BurstingPipe/adServer.bs?cn=tf&c=19&mc=imp&pli=8942288&PluID=0&ord=[timestamp]&rtu=-1