Visitante

Olá visitante. Cadastre-se | Entre | Esqueci minha senha

OK Esqueci minha senha


Você está em: Sobrenatural.Org -> Relatos -> Histórias contadas por meu avós


Relatos - Enviado dia 27 de Fevereiro de 2010

Histórias contadas por meu avós



Meus avós maternos e paternos moravam em sítios próximos quando eu era pequeno, e nas férias sempre viajava para visitá-los, assim como meus primos também o faziam, como não havia luz elétrica as noites eram muito pacatas e como não se podia ver televisão eles sempre contavam histórias para nós, histórias estas que eles diziam ser verdadeiras, então vou relatar algumas delas:

Ataque do lobisomem: uma certa noite um casal que tinham um bebê pequeno combinaram de ir à casa de seus vizinhos que moravam na fazenda ao lado, mas na hora de ir o homem da casa começou a se sentir mal e disse a sua esposa que fosse e levasse a criança, e assim a mulher fez. Na hora de voltar para a sua casa a mulher foi atacada por uma criatura descrita por ela como um lobisomem. Ao ser acuada ela conseguiu subir numa árvore de pequeno porte, e lá ficou enquanto a criatura pulava tentando pegá-la. Depois de um tempo a mulher se descuidou um instante e a criatura pegou a manta que a criança de colo estava enrolada, com o susto a mulher deixou que a criatura a levasse embora consigo, mas de tão assustada a mulher esperou o dia amanhecer. Já de volta à porta de sua casa seu marido a esperava dizendo estar preocupado, foi aí então que ela contou o que aconteceu a ele, e ele achou graça de tudo aquilo que havia ouvido e deu um sorriso, e para o espanto de sua esposa ele tinha preso em seus dentes fiapos de linha da mesma cor da linha da manta do bebê que havia sido carregada pela criatura que atacou sua esposa durante a noite, levando a mulher a crer que seu próprio marido havia a atacado.

Possessão: esta meu meu avô contou que aconteceu com ele em seu sítio. Durante a época de colheita de algodão, lavoura esta que ele cultivava, era comum contratar trabalhadores para fazer o serviço, na hora do almoço todos se reuniam embaixo de uma árvore para comer, foi aí que derrepente um dos trabalhadores caiu no chão e começou a se debater, como se estivesse tentando fugir de algo, algo que não foi visto pelos demais. Meu avô se ajoelhou próximo ao trabalhador e orou a oração do CREIO EM DEUS PAI... O rapaz parou de se debater e voltou a sí espantado, perguntando a todos se eles não tinham visto a criatura que parecia um homem coberto por pelos pretos como um macaco que havia o agarrado pelas costas e não estava deixando ele se mover. Isso deixou todos assustados.

O homem que podia ficar invisível: segundo meu avô, ele conheceu um homem que podia ficar invisível. Para isso ele teve de fazer um ritual o qual ele só contou partes, mas era mais ou menos assim: ele teve de pegar um gato totalmente preto e matá-lo, então pegar três caroços de feijão fava e colocar um caroço em cada olho do gato morto, e o terceiro deveria ser colocado no ânus do gato, então o gato deveria ser enterrado próximo à casa de quem estava fazendo o ritual. O local onde o gato foi enterrado deveria ser regado toda meia noite e durante o percurso não era permitido olhar para trás, era caminhar em direção à cova com o balde de água, jogar a água e meia volta para casa, se durante o percurso a regra não fosse respeitada algo terrível aconteceria. As favas iriam germinar e todas as vagens deveriam ser colhidas secas, e seus grãos guardados, então quem estava fazendo o ritual deveria comprar um espelho novo e não se olhar refletido no mesmo, até que chegasse a hora certa. Depois de colher todos os grãos de fava, quem estava a realizar o feitiço deveria colocar um grão em sua boca e falar algumas palavras que eu desconheço, e se olhar no espelho até que um determinado grão o fará ficar invisível, quando isso acontecer este grão deve ser guardado, pois de todos os grãos colhidos apenas este era enfeitiçado, então sempre que fosse necessário ficar invisível este grão era colocado na boca e as palavras ditas. O grão só funciona com quem fez o ritual do mesmo.

Veado sem pele: quando meu avô era criança era comum se alimentar com carne de caça, e para encontrar a caça eram usados cães. Os animas mais nobres serviam de alimento para as pessoas, já os menos nobres como alimento para os cães. Como os veados... quando eles eram abatidos era retirado apenas a pele, os chifres e as tripas, que então eram dados aos cães como alimento. Uma certa vez um grupo de cães acuaram um animal em um monte de arbustos, os caçadores foram atrás com o intuito de matar o animal acuado, quando um dos cães sai correndo ferido. Os caçadores ficam apreensivos, pois poderia ser um animal muito feroz, já que feriu o cão, e para a surpresa de todos o animal era um veado enorme com grandes chifres, mas em carne viva! Isso deixou todos apavorados, pois será que eles haviam cometido o erro de tirar a pele do animal sem que ele estivesse morto? Mas mesmo assim, retirar as tripas do animal e os chifres dele também faziam parte dos preparativos, então o animal não ficaria vivo e nem teria os chifres enormes que este possuia. Mesmo assim o jeito foi matar o animal, todos alvejaram o animal com vários disparos de espingarda, e nada aconteceu com o animal que saiu pulando a pulos altos. Todos saíram como loucos atrás do animal, e nessa busca um dos caçadores vê algumas gotas de sangue caindo do céu, ele olha para o alto e vê a estranha criatura nos galhos da árvore, depois da concentração de caçadores aumentar em volta da árvore, o animal sai pulando pelas copas das árvores e some sem ser mais visto em outra ocasião. Essa sucessão de eventos fez vários dos caçadores deixarem a prática da caça para sempre.

Bom estas são algumas das histórias que ouvia de meus avós quando era criança. Quando puder volto para escrever mais algumas... Obrigado a todos!!!



Avalie Comente Marque como Favorito Recomende
Sugestões da nossa loja oficial, a LojaSobrenatural.com.br

Opiniões

9 Comentário(s).

Mostrando as 5 primeiras.
Ver todas as 9 opiniões.



Comente

Somente usuários logados podem enviar opiniões...

Você já é um usuário cadastrado no site Sobrenatural.Org? Se sim, faça seu login abaixo. Caso contrário, clique aqui para efetuar o cadastro.

QUEM ENVIOU ESTE CONTEÚDO:

(((SaM)))

(((SaM)))


NOSSO CANAL NO YOUTUBE


ESPECIAL ASSOMBRADO.COM.BR


NOSSO BLOG



PUBLICIDADE

PRODUTOS DA LOJA SOBRENATURAL

DIRETO AO ASSUNTO

INTERATIVAIDADE

http://bs.serving-sys.com/BurstingPipe/adServer.bs?cn=tf&c=19&mc=imp&pli=8942288&PluID=0&ord=[timestamp]&rtu=-1